Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Janto-lhe-Ás


Espantalho-me com a asneiração
esbravejante dessa população.
Ao esbugalhar abrigos beiram
ao genocídio que asseveram.

Madureira me alertou, enfático,
da importância do que ratifico:
para conquistar o seu domínio
exige-se pronto um agir exímio.

A elegância de suas postulações
vão repercutir entre as razões
e poderão lhes fazer conquistar.

O quebraencabeçamento dos motes
vão fazer dos seus dotes
a sua arma de estimular

5 comentários:

  1. "esbugalhar abrigos..."
    doído. doído.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Rárá
    Não poderia eu deixar de "pitacar" poesia de título tão sugestivo. Sugestivo a ponto de nos enausear com suas variáveis durante 4 dias e 4 noites em aprazível cidade do sul mineiro.

    Daniel, meu amigo, lhe digo uma coisa: "Janto-lhe-as pelo acaso do adiantado da hora. Mais cedo fora, de certo, almorçar-lhes-ia".

    Abraço animal

    ResponderExcluir
  3. ...com certeza que a realidade cura. principalmente se ela for SUA realidade, não apenas a que você ASSISTE. cura, mas tb dói. e pode matar a criança que mora dentro da gente... não pode?

    ResponderExcluir
  4. vc já está no meu msn. vc já me conheceu um dia, nada muito profundo, mas extremamente intenso como um suicídio! ;-) uma torta inspiração . aquela criança cheia de sonhos mórbidos morreu de morte morrida e de morte matada. aqui, então, nasceu um ser que ainda reconheço, tateio, e apelido de Polivalente...

    ResponderExcluir