Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

segunda-feira, 23 de junho de 2008

EnTimesmado


Você se esconde nos seus lapsos vocais,
você me prende cada dia um pouco mais.
Eu faço tudo que eu puder para trazer
mais para perto o meu desejo de você.

Os seus vacilos não me trazem grilos
as minhas idéias não têm sigilo.
As suas arguras são fáceis de esquecer.
não pense nunca em me arrefecer.

Sua vontade tem asas largas
pode planar macias as suas sagas
atrás de mais um naco de esperança.

Lhe enlaço em face ao que faço, fácil:
fazer você sorrir é o meu prazer dócil.
Com você, posso bailar em toda dança.

2 comentários:

  1. Seria bom se eut ivesse para quem dedicar os versos que fizeste... MTo bonitos... e mais um soneto... adoro sonetos

    ResponderExcluir
  2. belo! borboletas dançam na primavera!

    ResponderExcluir