Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Paixão Interrompida

Desajustados, batem meus ventrículos
e minha face obedece aos ventríloquos
que ajustam o caminhar da minha boca,
oca, capaz de entoar só essa voz rouca.

Só tem sangue venoso nos meus átrios.
Esvaem-se os vastos adjetivos pátrios
por cederem espaço à paixão sadia
afogada em doses extras de covardia.

Romperam-se as funções das válvulas
e, se puder lhe reciclar, salvo-las,
para poder restar alguma parte minha.

Sua ausência desconjuntou os batimentos
e, por ora, os meus olhos são lamentos
de um coração a morrer de arritmia.

2 comentários:

  1. Ah! Arrebentou!
    Os meus, os teus,
    os nossos ventrículos.

    ResponderExcluir
  2. Cara, cada vez que leio seu textos em seu blog, sinto uma certa vergonha do que faço!
    Simplesmente maravilhoso... e a foto está ótima tbm...
    A sensação imposta por ambos equivale ao signo estético por excelência: o ícone... Td vez que vejo, sem palavras, vejo-me diante d eum turbilhão de emoções... Só uma bela conotação é capaz disso! Mais uma vez, parabéns

    ResponderExcluir