Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

sexta-feira, 6 de outubro de 2006

Descrito

Moreno Bastos

Escrevo para ti em forma de desejo
Pra ti, começo com beijo no umbigo
Estapeio-lhe com mãos em brasa
Me lambuzo em teu cheiro e rastejo

Fecho meus olhos escuros para te seguir
Esqueço de palavras, a música que sobrevoa
Envaideço com tua língua em meu ouvido
Unhas riscam as costas, lhe escuto exaurir


Roço sua face, te enlaço, te faço vicejar
Ao redor,
Tem o meu corpo para lhe acompanhar

Encaramos o céu de brilho asfixiante
Te envolvo.
E nos perdemos em um silêncio ressonante

Nenhum comentário:

Postar um comentário