Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Não conheço

Eu não conheço a felicidade,
mas a tristeza me conhece,
muito bem.

Não conheço a cidade,
mas as ruas do meu bairro
me perseguem.

Não conheço a solução,
mas, os problemas da questão,
eu inventei.

Não conheço o que mereço,
mas me despir do desprezo,
eu não sei.

Eu não me conheço,
mas carrego apreço
pelas batalhas que travei.

2 comentários:

  1. Não sei se é vc, mas não devem existir muitos Flemings poetas por aí na rede...

    Segui sua sugestão e visitei o Chão de Estrelas na sexta, curioso e encantador.

    Quanto às poesias, que rapaz sentimental vc é.

    Até.
    Monick (monickmaciel@yahoo.com.br).

    ResponderExcluir
  2. adorei vc ter me ligado ontem... mesmo qdo eu não peço vc sabe que eu preciso de vc...
    essas palavras q vc escreveu dizem um monte de mim tb... será q é por isso q eu te amo tanto?
    saudade sempre
    Lucilara

    ResponderExcluir