Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Santana do Santo Nobre


Santana do Santo Nobre
tem poucos dentes na boca.
Porque os sorrisos são muitos.
Não sabe somar mais que quatro.
E, se lhe mostrar seu retrato,
não vai se lembrar de nada.
É que, em Alter do Chão,
não há espaço pra outra coisa
que não seja as mais maravilhosas
visões da vida.
E, enquanto puder pensar em mais nada,
Santana do Santo Nobre o fará.
Sol sobre o rio Tapajós.
Lua sobre os igapós.
Alter do Chão.
Alter de si.
Alter então.

4 comentários:

  1. essa tá linda... e tem um q diferente, não sei oq ainda...bjinho, Lucilara

    ResponderExcluir
  2. Fétida, onde é que tu tá? Onde é que tá tu? Aparece, vadio. About reveillon. Tá doido, porra!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir