Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

sábado, 12 de fevereiro de 2011

DesNovelo


Desejo, esvoaçante, o seu cabelo
aqui, de longe, sentado, a vê-lo.
Não posso me conter e peço ao vento:
me ponha em sua mesa num momento.

Quero desenrolar o seu novelo
porque, de longe, faz pirar meu pelo.
Se não suceder ao meu intento
posso lhe dizer que me arreBento

de desejo, por querer lhe conhecer
e, de longe, não posso me conter.
Sua saída me deixaria à deriva.

Acaso me traga instantes de prazer
deixo a tinta desta pena sem tecer
as lembranças esquecidas, minha Diva.


Nenhum comentário:

Postar um comentário