Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

desPaLavrado


As mãos correm
pelo corpo
a tatear
toda a planitude
do lugar.

Sem murmúrios
e assovios
nos ouvidos
me sussurram
estampidos!.

Para a falta de palavras
um silêncio ensurdece
me tapa os dons
e agonizo
sem sinal dos sons.

O frêmito do peito
soa surdo
e despreza o batimento
do absurdo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário