Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Cão

Hoje, não vou!
Não vou!
Não voo.
Haja o que vi,
vivi,
vim ver.
Hoje,
eu não vou,
não volto,
não devolvo
minha vida.
Eu vazo.
Eu, vaso
vazio?
esvazio...
Envaso!
"Sê vadio,
mas não volta"
Não há diáspora.
Nem me revolto,
que o vento
e as veias
destes ossos
vão perpetuar
o ócio
dos meus destroços
Hoje, eu não vou.
eu sou!
Tento ser,
em vão,
o desvanecer
do cão
a adormecer
dentro de mim.
E de cada ser
que fica aqui.
Pelo que vi,
pelo que vivi,
pelo que sei,
do que senti,
não vou!
Hoje, eu não vou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário