Páginas

INQUIETO

"Mas sigo o meu trilho. Falo o que sinto e sinto muito o que falo - pois morro sempre que calo." (Affonso Romano de Sant'Anna_Que País é Este?)

segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Amor preciso

Eu preciso de amor
eu preciso de carinho
eu preciso de você do meu ladinho

Eu quero te dizer
que o EU em minha boca
é você que vai fazer
è você que a deixa louca

E que não SOU sem você
que sem você já me fui
Vem me fazer perecer
Eu sou o que me atribui

Eu preciso de amor
Eu preciso de carinho
eu preciso de você do meu ladinho

Eu procuro você, meu amor
e sua ausência traz dor
aos meus sentimentos rachados
que buscam ser encontrados

Preciso do seu amor
Preciso do seu carinho
Preciso você do ladinho

terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Na Sala Escura_D.A.Do.Fleming

Quando lhe peguei naquela sala escura, lhe ralei quando era pura. Foi pura adrenalina ter de esconder o que me faz sentir poder. Você disse que havia perigo, mas eu contava consigo, para nos satisfazer.
Se não fôssemos mais ágeis, secariam as paisagens. As reveladas nos retratos, que com todo o seu bom trato, surgiram magicamente.
A escuridão nos fez aguçar, as sensações que não usamos usar. E o tato de alguém que não vê, serve para antever toda a movimentação.
Se alguém entrasse na sala e visse o nosso desejo, sairia de lampejo e nos deixaria lá.
Lembro-me de quando lhe peguei naquela sala escura. Eu era desejo e você, candura.


ParaLamentares do Sucesso

Vossa Excrescência, peço-lhe a palavra
para expressar, nesse recinto, uma petição:
vamos estimar a extinção das larvas
que se movem ferozmente na corrupção

nosso povo, infiel, a que represento,
mudou, de novo, sua posição
agora, querem lhe fazer presunto
uma carne de sucesso na alimentação

estão, todos, gastos de seus parasitas,
sanguessugas que lhes secaram a veia.
Querem devorá-los com batatas fritas
 e matar quem não lhes presenteia.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

O pastor e a sua pasta_D.A.Do.Fleming

A tua pasta diz só mal de ti
e a tua imagem vai repercutir
Quando você diz ser deputado,
Eu realizo que é um grande viado,
safado, malandro e endinheirado.

Só queria a tua descomungação,
o que traria a ti alguma razão
e que poderia tentar recompor
os direitos máximos que exterminou

Vamos arrumar uma solução
para amenizar sua convicção,
que só traz, em corrupção,
o elemento mágico da ruptura.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2007

Ferrugem_Daniel Fleming

Salpicaram um tempero especial,
Era um dia claro na Central.
E eu era claro em sua clareza
e a fiz inteira em minha beleza.

Não havia fardas em suas sardas,
que retiraram as emoções amargas.
Você foi o meu melhor gosto, mosto
mesmo que dissesse o oposto.

Tenho certeza do que você dizia
com seus olhares em demasia.
E os seus sorrisos me confirmaram
as intenções que as frases negaram.

Minha pimenta se dissolveu assim
e tenho de buscar no Piauí,
para poder a reencontrar
e os meus gostos poder resgatar.

Isadora das Dores

Adoro domar suas dores
e esfriar seus calores,
pois, penso em horrores
quando não vejo suas cores

Mostre-me suas cores
Isadora das Dores
Deixa dorar sua luz
Ela me adora e conduz

Quero poder lhe encontrar,
nos sonhos, em qualquer lugar,
pois, algo há de perpetuar

Mesmo longe de perpétuo
assinarei um decreto
para poder lhe adorar.